sábado, 21 de março de 2020

E porque hoje também é Dia Mundial da Poesia

   
     VER CLARO

     Toda a poesia é luminosa,
     até,
     a mais obscura.
     O leitor é que tem às vezes,
     em lugar de sol, nevoeiro dentro de si.
     E o nevoeiro nunca deixa ver claro.
     Se regressar
     outra vez
     e outra vez e outra vez
     a essa sílabas acesas
     ficará cego de tanta claridade.
     Abençoado seja se lá chegar.

     Eugénio de Andrade, Os sulcos da sede, 2001.

Podcast - 10 minutos de leitura em Dia Mundial da Árvore e da Floresta

sexta-feira, 20 de março de 2020

Sugestões de leitura para o dia de hoje...


AND THE PEOPLE STAYED HOME.
And read books, and listened,
and rested, and exercised
and made art, and played games,
and learned new ways of being,
and were still.
And listened more deeply.
Some meditated,some prayed,
some danced,some met their shadows.
And the people began to think differently.
And the people healed.
And, in the absence of people 
living in ignorant, 
dangerous, mindless and heartless ways,
the earth began to heal.
And when the danger passed,
and the people joined together again,
they grievedtheir losses,
and made new choices
and dreamed new images,
and created new ways to live and heal
the hearth fully,
as they had been healed.

Kitty O'Meara




quinta-feira, 19 de março de 2020

As gravatas do meu pai





Em Dia do Pai, junta-te ao #contodecasa. Pedro Seromenho contará a história de um menino que tinha pressa de crescer e que achava que, se usasse uma das gravatas do seu pai, se tornaria num senhor alto e importante! É mais logo, às 18h!

Dia do Pai


sexta-feira, 13 de março de 2020

Dos cachaços à Internet: dizer não ao bullying


O que é o bullying? Por que razão acontece bullying nas escolas? O que fazer perante um caso de bullying? Foi para responder a estas e outras perguntas que Pedro Santos, formador e promotor da Editora Raiz, esteve na nossa Biblioteca. Os momentos de reflexão, de perguntas e de respostas com os alunos aconteceram nos dias 29 de fevereiro (para todos os 5.ºs anos) e 4 de março (para todos os 6.ºs anos), integrados numa ação conjunta entre a Biblioteca Escolar e a Associação de Pais.
Pedro Santos explicou que o bullying é praticado devido ao preconceito: as pessoas são diferentes e há quem não aceite ou tolere essas diferenças. “Quem é igual a alguém? Existe alguém igual a outra pessoa?”, perguntou Pedro Santos. A resposta, disse o especialista, é negativa: as diferenças fazem parte da vida e ninguém deve ser humilhado ou agredido por elas.
O bullying é praticado para ganhar, de forma violenta, uma vantagem sobre o outro, para “mandar” ou “controlar” alguém. Mas “ninguém tem poder” sobre outro aluno, com exceção dos seus pais e professores. Por isso, o bullying deve ser combatido. “Há alguém na televisão ou na rádio que seja famoso e de quem toda a gente goste por praticar o mal?”, inquiriu. “Não existe.”
“Quem já mandou um cachaço aos colegas?”, questionou Pedro Santos. Quase todos os alunos levantaram o braço. “Uma vez é uma brincadeira, mas, sistematicamente, faz o outro sofrer”, criticou. “O bullying pode ser físico ou psicológico e pode até não ser praticado pessoalmente – quando acontece através da Internet, o chamado ciberbullying.
O que fazer quando se é vítima de bullying ou se testemunha uma situação de bullying? “Atuar logo” para impedir novas agressões e “porque quem faz bullying também precisa de ajuda”, “está doente”, afirmou Pedro Santos.
“Nenhum colega tem poder sobre vós”, explicou o especialista. “Façamos com que esta frase seja uma verdade: não existe melhor sítio para se estar do que a escola.”

Maria Rios,
Professora de Ciências Naturais e membro da Equipa da Biblioteca Escolar


terça-feira, 3 de março de 2020

Hoje, damos início a uma longa Semana da Leitura! Mais logo (pelas 21h), na nossa Biblioteca, sessão de Teatro do Oprimido com Pais, Alunos e Comunidade Educativa. 
Estão todos convidados!




Exposição

Na biblioteca escolar já estamos a começar de celebrar os 500 anos do nascimento de Camões.