segunda-feira, 25 de setembro de 2023

Desafio - Quem escreveu?

 Há passagens que nos tocam...


“…ninguém consegue estar longe de si mesmo…”

O Tamanho Do Mundo


Quem escreveu? Atreve-te a descobrir...

Escreve a tua resposta nos comentários. O que importa é participar!

sexta-feira, 22 de setembro de 2023

Desafio - Quem escreveu?

Há passagens que nos tocam...


“Mas, se tu me cativares, passamos a precisar um do outro. Passas a ser o único no mundo

para mim. E eu também passo a ser única no mundo para ti…”

Excerto do livro  O Principezinho





Quem escreveu? Atreve-te a descobrir...

Escreve a tua resposta nos comentários. O que importa é participar!

quarta-feira, 20 de setembro de 2023

Desafio - Quem escreveu?

Há passagens que nos tocam...


 "Mesmo com cem anos, as pessoas agradecem sempre mais amor. Chegam a andar ainda à procura e muitas encontram. Nunca se torna tarde. Tarde é a metade do meio dos dias."

                                                                                                        Excerto do livro O Paraíso são os Outros


Quem escreveu? Atreve-te a descobrir...

Escreve a tua resposta nos comentários. O que importa é participar!


sexta-feira, 15 de setembro de 2023

Novidades?! SIM

Este é um livro recém-chegado, mas há muitos mais! 

Onde?! Na tua Biblioteca Escolar...



Título: A Mulher do Oficial Nazi

Autor: Edith Hahn Beer

Editor: Alma dos Livros

 

Sinopse:

Aqueles que não testemunharam do Holocausto, às vezes, têm dificuldade em perceber o quão profundamente isso afetou a vida na Europa durante os decénios de 30 e 40 do século XX. À medida que a Alemanha nazi estendia os tentáculos a todo o continente, populações inteiras foram despojadas, deslocadas e destruídas.

Edith Hahn Beer levava uma vida normal em Viena, no seio de uma família judia. Fora uma adolescente popular e tornara-se uma estudante de Direito extremamente bem-sucedida. Estava envolvida nos grandes debates políticos da época. Estava apaixonada. O seu futuro desenrolava-se à sua frente como uma passadeira vermelha. E, de repente, tudo terminou. Quando Hitler invadiu a Áustria em 1938, Edith ficou sem futuro.

No coração da Alemanha nazi, escondendo a sua identidade em casa e no trabalho, Edith viveu com o medo constante de ser descoberta. Foi ali que conheceu Werner – destacado membro do Partido Nazi -, que se apaixonou por ela e a pediu em casamento, mantendo a sua identidade em segredo. A filha de ambos viria a ser considerada a única judia a nascer num hospital do Reich em 1944.

Alguns anos depois, a Alemanha foi derrotada e Edith continuava viva. Sobreviveu quando milhões de judeus foram exterminados. Este livro conta a história de como esta mulher conseguiu manter o seu disfarce e de como, graças a uma sorte aleatória e à intervenção de algumas pessoas boas, foi diversas vezes resgatada da morte.

A Mulher do Oficial Nazi podia ser outro livro sobre o Holocausto e a Segunda Guerra Mundial, o que já seria notável. Mas é, além disso, um relato verdadeiro, dramático e emocionante de uma mulher extraordinária que sobreviveu ao maior genocídio da história da Humanidade, sem pretender ser corajosa, famosa ou lembrada. Ela apenas quis sobreviver.

 

Comentário de uma leitora:

É curioso este olhar, a perspetiva e o testemunho de uma sobrevivente judia que conviveu com a sociedade nazi. Será que perdeu a sua identidade? A “metamorfose” a que foi submetida foi extrema.

Recomendo vivamente a leitura deste livro. Descubram como foi a vida real desta Mulher…

@nag

terça-feira, 5 de setembro de 2023

Ainda de férias?!


Menina: Mãe, não vou à água. Vou ficar a ler.

Mãe: Então fica aqui, fazes-me companhia.

Cena presenciada e (bem) real. 

Uma exceção à regra?!


Exposição

Na biblioteca escolar já estamos a começar de celebrar os 500 anos do nascimento de Camões.